A IGREJA PRESBITERIANA


João Calvino

A Igreja Presbiteriana é um ramo da Igreja Cristã Universal, fundada por Jesus Cristo. (Mt 16.18; I Co 3.11; 12.13). Historicamente, a Igreja Presbiteriana começou no século 16, com o Reformador francês João Calvino. Como se sabe, o iniciador da Reforma Protestante foi o monge agostiniano alemão Martinho Lutero, que para combater os desvios da Igreja Católica e a venda de indulgências ordenada pelo papa Leão X, afixou na sua igreja em Wittemberg, Alemanha, 95 teses que questionavam toda a situação religiosa da época. Mas, Martinho Lutero foi mais um pregador apaixonado do que um organizador e sistematizador da Reforma. Essa função coube mais a Calvino, desde sua conversão a Cristo, em 1532, sentiu a necessidade de dar expressão doutrinária às idéias suscitadas pela leitura da Bíblia. Assim surgiram as Institutas da Religião Cristã, o primeiro trabalho de sistematização da teologia protestante.

     Para marcar a posição do autor das Institutas e seus partidários, distinguindo-os da corrente luterana, começou-se a designar aquela corrente doutrinária de calvinista. Mas Calvino, que não desejava que o movimento fosse conhecido por seu nome pessoal, deu a si próprio e aos seus correligionários a designação de cristãos reformados. E é este o nome que acabou por ser dado a Igreja que constituíram: Igreja Reformada. Organizada a primeira Igreja Reformada na Suíça, em Genebra, outras surgiram pela Europa.

     Na Inglaterra, por sua ênfase em uma vida santificada os calvinistas foram chamados de Igreja Puritana. E na Escócia, graças a um sistema de governo eclesiástico representativo em que os presbíteros docentes (pastor ou pastores) e regentes (representantes eleitos pela igreja), exercem o governo da igreja numa série do concílios em ordem crescente, desde o Conselho local até a Assembléia Geral (sínodo nacional), passando pelos Presbitérios (concílios regionais). Sistema esse desenvolvido por John Knox (discípulo de Calvino), foi chamada de Igreja Presbiteriana para diferenciá-la das demais igrejas cristãs que eram episcopais (anglicana, católica, etc..).

     Portanto, a Igreja Presbiteriana é uma igreja calvinista que tem um sistema de governo eclesiástico democrático depositado nas mãos dos presbíteros (regentes e docentes) da igreja local. Portanto, seguindo o precedente bíblico (At. 11.30; 14.23; 15.2; 20.17; I Tm. 5.17; Tt .1.5; Tg. 5.14; 1 Pd. 5.1; I Tm. 4.14) nas igrejas presbiterianas a liderança é exercida pelos presbíteros, os quais se subdividem em duas categorias – os presbíteros "regentes" (que governam), voltados primordialmente para funções administrativas, e os presbíteros "docentes" (que ensinam), ou seja, os ministros ou pastores. Esses dois tipos de presbíteros tem a mesma paridade, não se constituindo em uma hierarquia. Todavia, os pastores ou presbíteros docentes têm algumas funções privativas, como a ministração dos sacramentos. Os presbíteros exercem as suas funções em vários níveis: localmente, no "conselho" de cada igreja; em âmbito regional, nos presbitérios e sínodos; em âmbito nacional, na Assembléia Geral.
Como teria chegado o presbiterianismo no Brasil? Após duas tentativas repelidas pelos católicos portugueses, entre 1555 e 1567 no Rio de Janeiro com os franceses e entre 1630 e 1654 em Pernambuco com os holandeses, ele chega definitivamente ao Brasil em 1859.

     Ele foi implantado primeiro na América Norte através de calvinistas ingleses, que fugindo de uma perseguição religioso na Inglaterra formaram na América do Norte treze colônias em meados do sec. XVII, que mais tarde deram origem aos EUA atual. Com o advento da Guerra de Secessão (1861-1865), os estado do Norte e do Sul se separam. Esta separação levou a Igreja Presbiteriana a se dividir em duas: a do Norte com sede em Nova York e a do Sul com sede em Nashivelle. Um pouco antes da Guerra de Secessão, a Igreja Presbiteriana do Norte, resolve enviar um missionário para o Brasil, o Rev. Ashbel Green Simonton, que chegou no Rio de Janeiro em dia 12 de agosto de 1859, até 1869 Simonton e outros missionários do Norte dos EUA que o seguiram, através da graça de Deus realizaram um trabalho extraordinário dando origem à várias igrejas e inclusive um presbitério. Dez anos depois da chegada de Simonton (1869), a Igreja Presbiteriana do Norte envia também missionários para o Brasil, os Reverendos George Norton e Eduardo Lane, que iniciam seu trabalho missionário na cidade de Campinas.

  IPI Hebrom - Todos os direitos reservados - MBB